Adoção consciente e Literatura na Feira da Estaçãozinha

[ad_1]

A Feira de Artesanato e Gastronomia da Estaçãozinha ganhou um reforço neste final de semana. No sábado, 20, foi inaugurado o Container com Letras, uma biblioteca itinerante que faz o compartilhamento de livros. Paralelamente, o Departamento de Controle em Zoonoses realizou uma feira de adoção de cães e gatos no local. Quase 20 animais foram adotados durante o dia.
O prefeito de Santa Luzia, Delegado Christiano Xavier, o vice-prefeito Pastor Sérgio e o Secretário Municipal de Desenvolvimento Social, Wander Carvalho prestigiaram o evento. “A feirinha já é uma tradição. Essa é a segunda feira de adoção responsável que fazemos e hoje com vários filhotinhos gerados dentro do canil da Prefeitura. Além disso, também temos o Container com Letras, esse projeto maravilhoso, que ficou durante um período no bairro Palmital e hoje está sendo inaugurado aqui, trazendo literatura, música e atividades para as crianças. Tudo isso vem coroar a Feira da Estaçãozinha que acontece todos os sábados na cidade”, disse o prefeito.
“Prestigiar a feira nos deixa em contato direto com o cidadão e aqui ouvimos dos munícipes como eles têm visto as ações da Administração. Isso é muito importante para nós”, reforçou o vice-prefeito Pastor Sérgio.
Segundo a diretora do Departamento de Controle de Zoonoses, a ideia é promover a feira de adoção uma vez ao mês. “A maioria dos cães aqui foram recolhidos nas ruas e nosso objetivo é conseguir que eles encontrem lares adequados. Nossa proposta é realizar a feira mensalmente, expandindo para outros bairros da cidade”, disse Viviane Moreira. Além da adoção responsável, o departamento também ofereceu, gratuitamente, o teste rápido de leishmaniose.

Container com Letras
Inaugurado neste sábado na Praça Getúlio Vargas, o Container com Letras faz o compartilhamento de livros. A proposta do projeto é disseminar a leitura, ocupando espaços onde há um grande trânsito de pessoas, com contação de histórias, apresentações musicais, teatro e a valorização de variadas manifestações culturais, além da doação e recebimento de livros.
Segundo a idealizadora do projeto, Geane Drumond, o container deve ficar no local por cerca de 30 dias. “Estamos articulando para levar o container para outros pontos da cidade. Aqui vemos um público bem interessado e ficamos muito felizes de ver a receptividade da população”, enfatizou Geane.
São doados dois livros por pessoa e quem tiver livros em casa também pode doar. A biblioteca itinerante funciona diariamente, de 10h às 19h.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia