Blitz noturna realizada nesta sexta feira notificou e fechou estabelecimentos abertos irregularmente, e festas clandestinas na cidade

[ad_1]

Novas ações integradas dos Órgãos de Segurança serão realizadas no período  noturno para impedir irregularidades que possam ensejar infrações administrativas e até crimes contra a saúde pública

Uma blitz integrada realizada pela Prefeitura de Santa Luzia, através Guarda Civil Municipal, fiscalização e apoio de várias viaturas da Polícia Militar, percorreu diversos pontos da cidade, na noite da sexta-feira (26), em busca de estabelecimentos que estivessem abertos de forma irregular em relação aos decretos municipais 3582/2020 e 3583/2020, que estabelecem medidas temporárias de enfrentamento à pandemia da Covid-19 e escalonamento na abertura do comércio, respectivamente.

Os alvos principais dos agentes de segurança foram bares abertos que estivessem sem barreira de contenção à porta ou com mesas na calçada e sítios que tivessem sido alvo de denúncias de festas irregulares. Após concentrarem-se na secretaria, no bairro Frimisa, às 20h, para a leitura das ordens, os agentes dividiram-se em três grupos que partiram para o distrito de São Benedito, para a parte Alta e para a zona rural, sempre com apoio da Polícia Militar.

Ao encontrarem um sítio ou estabelecimento em desacordo com as determinações da Prefeitura, os agentes fotografavam o local, qualificavam o proprietário (anotavam seus dados, como nome e documentos), o notificavam e lhe apresentavam o Termo de Ciência e Responsabilidade para ser assinado, esclarecendo que na reincidência o estabelecimento ficaria sujeito a multas e suspensão do Alvará de Funcionamento. Aos proprietários de bares, os policiais informavam ainda que somente estava permitida a entrega de comida para viagem, não para consumo no local.

A fiscalização foi bem-recebida pelos comerciantes, que compreenderam seu valor e agradeceram pelos avisos: “É muito boa, porque é feita para evitar a doença”, disse Otávio Moreira dos Santos, proprietário de um pequeno bar no bairro Palmital, onde alguns clientes jogavam sinuca. Sua opinião foi compartilhada pelo dono de outro bar, do mesmo bairro: “Muito legal, por nos conscientizar do perigo”, disse Admilson Bertoz. Batidas policiais como esta deverão se repetir por tempo indeterminado em Santa Luzia, até que a Prefeitura considere que o perigo trazido pela pandemia está definitivamente afastado.

Acompanhe também as nossas redes sociais:


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia