Defesa Civil de Santa Luzia  participa de  reunião com  a Defesa Civil  Estadual   e coordenadorias de todas as Defesas Civis da RMBH

[ad_1]

Alerta é para chuvas  torrenciais  com aproximadamente 250 mm nas  próximas  72 horas! As chuvas que geraram fortes estragos no domingo passado foram de 100 mm

Representantes da Defesa Civil de Santa Luzia se reuniram na tarde desta quarta-feira (22), na sede da Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, com coordenadores das Defesas Civis municipais da região metropolitana de Belo Horizonte com objetivo de criar um plano de enfrentamento ao período chuvoso, com foco para as chuvas previstas entre o período de 22 a 27 de janeiro. Durante o encontro foi instituído, pela coordenadoria de Defesa Civil Estadual, o Plano de Ação Integrada da Região Metropolitana para ação conjunta e eficiente, devido às previsões de chuvas acima da média, e que necessitam de ações pontuais  dos  órgãos  municipais. Está previsto um volume d’água superior aos 100mm de domingo passado, atingindo num único dia cerca de 1/3 do volume esperado para todo o mês de janeiro, quando historicamente costuma chover 329mm. 

Dentre as medidas preventivas adotadas, centros de comando para monitorar pontos de alagamento estão sendo criados em alguns municípios, vias deverão ser fechadas ao trânsito e populações de áreas de risco serão colocadas em alerta.

A equipe da Defesa Civil de Santa Luzia, onde as chuvas também têm causado danos, sob o comando do seu coordenador geral, Tenente Abner Dutra de Morais, aconselha toda a população a inteirar-se dos procedimentos preventivos contra chuvas:

• Se você mora perto de córregos e rios, mantenha uma pessoa da família atenta e vigilante ao nível de subida das águas, mesmo de noite.
• Tenha sempre lanternas e pilhas em condições de uso.
• Deixe o rádio ligado em estação local. A captação de mensagens de esclarecimento ou alarmes pode ser útil.
• Alagamentos escondem bueiros abertos e buracos, trazendo risco de acidentes. Evite caminhar em áreas desconhecidas.
• Mantenha objetos de maior valor, os móveis e os aparelhos elétricos e eletrônicos, na parte mais elevada da casa.
• Aparelhos elétricos quando molhados (ou úmidos) tornam-se perigosos. É melhor desligar a energia.
• Nunca atravesse ruas alagadas ou com enxurradas, mesmo estando de carro, moto ou bicicleta, pois a força da água pode arrastá-lo(a).
• Evite o contato com as águas em caso de enchentes. Essa água é altamente contaminada pelos esgotos e poluição das ruas.
• Evite áreas de inundação e não trafegue em ruas sujeitas a alagamentos e próximo aos córregos e rios nos momentos de chuva intensa.
• Não deixe crianças brincando na enxurrada e nas águas dos córregos.
• Não se abrigue nem estacione veículos debaixo de árvores.
• Atenção especial em áreas de encostas ou morros.
• Jamais se aproxime de cabos elétricos rompidos. Ligue imediatamente para CEMIG (116) ou Defesa Civil (199).
• Se observar o aparecimento de fendas, depressões no terreno, rachaduras nas paredes das casas ou o surgimento de minas d’água avise imediatamente a Defesa Civil (199).
• Em caso de raios, não permaneça em áreas abertas e altas, não use equipamentos elétricos.

Acompanhe também as nossas redes sociais:


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia