Desativado por 7 anos Núcleo de Terapias Naturais é reinaugurado na Fazenda Boa Esperança

[ad_1]

Após ter permanecido fechado desde 2012, a Prefeitura de Santa Luzia reinaugurou, nesta segunda-feira (22), o Núcleo de Terapias Naturais localizado na Fazenda Boa Esperança

Com isso, a cidade ganha um equipamento cujas atividades incluem: produção de plantas medicinais (em parceria com o Horto Florestal), distribuição gratuita de plantas medicinais (tanto em mudas quanto desidratadas), degustação e orientação técnica para o preparo de diversos tipos de chás e sucos terapêuticos, cromoterapia, aromaterapia, reiki, do-in e realização de palestras e oficinas sobre temas ligados a terapias naturais – sendo que algumas dessas atividades somente serão iniciadas após o final da pandemia do Covid-19.

O local e dependências onde passa a funcionar estava todo deteriorado e passou por uma completa reforma e adaptação. Todo o telhado foi refeito, todo o piso externo em retalhos de ardósias recomposto, tanques instalados, banheiros reconstruídos e adaptados para acessibilidade, parte hidráulica e elétrica toda refeita, paisagismos e jardinagens, além de pintura externa e interna. Durante o período em que esteve ativo, o Núcleo chegou a atender anualmente cerca de 60 mil pessoas, e a expectativa é que agora volte a ser procurado pela população: “Em Santa Luzia, as pessoas gostam muito de terapia através das plantas”, disse Sayury Meireles, funcionária efetiva da Prefeitura, que é farmacêutica fitoterápica e responsável técnica pelo local, com 30 anos de experiência na área. “E nós traremos as universidades para trabalhar conosco, o que nos dará um embasamento científico ainda maior”, completa.

Após a reforma que durou dois meses, o novo equipamento conta com muito espaço e banheiros preparados para oferecer acessibilidade. No local, além de plantas tradicionais, serão produzidas também outras menos usuais porém igualmente valorosas, do ponto de vista tanto medicinal quando alimentício, tais como: urucum, beldroega, orapronobis, taioba, mão-de-deus, dentre outras.

Representantes do Executivo exaltaram a importância da reabertura do local. Na oportunidade, disseram que o antigo núcleo funcionava muito bem e que para o povo foi um choque sua desativação, mas que agora estão reparando isso, produzindo e fornecendo plantas que auxiliarão até mesmo na ajuda a imunidade das pessoas e a saúde no combate à Covid-19. E que irão além, restaurando toda a Fazenda Boa Esperança.

Os atendimentos serão individuais e num limite máximo de até 8 por dia. O equipamento atenderá a população no horário das 7h às 16h, sempre mediante agendamento prévio que pode ser feito pelo fone 3641-5168.

Acompanhe também as nossas redes sociais:


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia