Escola Síria Thébit está preparada para a volta às aulas presenciais

[ad_1]

Escolas Modestino Gonçalves e Sueli Lima de Melo também retomam atividades nesta semana

Nesta segunda-feira (5), mais três escolas municipais retomarão o ensino presencial. As escolas municipais Síria Thébit no bairro Cristina, Modestino Gonçalves no Centro Histórico e Sueli Lima de Melo no bairro Palmital. Assim como as demais escolas que já retomaram as atividades em sala de aula, apenas crianças de 4 e 5 anos, da Educação Infantil, estão autorizadas para este retorno que é facultativo, ou seja, depende da autorização dos pais.

A novidade é que a escola Síria Thébit volta a atender alunos nessa faixa etária após dois anos com a educação infantil suspensa. É que a instituição era uma das que oferecia aulas em contêiners e desde 2019 a estrutura metálica foi abolida pela Secretaria Municipal de Educação.

Para receber novamente os alunos, foram construídas 8 salas de aula, que poderão abrigar de forma confortável profissionais e crianças. Apenas para o Ensino Infantil estão matriculados 265 alunos. Assim como todas as escolas da rede, são obedecidos protocolos sanitários que respeitam as normas de segurança sanitária estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde.

Todas as orientações são seguidas criteriosamente e encaminhadas para os pais. Alunos não levam nenhum material ou lanche para a sala de aula. Os materiais são individuais e ficam armazenados nas escolas, sendo higienizados antes e após o uso. A merenda é produzida na cantina e na hora do lanche são respeitadas todas as normas de distanciamento para evitar o contato próximo entre os alunos. Os bebedouros funcionam com sensor de presença e há medição de temperatura e álcool em gel disponível em todos os espaços.

“É uma alegria imensa. Esse retorno era muito esperado, pois as crianças são a alegria da nossa escola. Os pais estavam ansiosos, sempre nos perguntando sobre essa volta. Além disso, é muito especial para a comunidade que volta a ter a Educação Infantil”, disse a diretora da instituição Maria Mônica Lisboa. Outra novidade da escola é o muro ecológico, onde toda comunidade pode descartar adequadamente materiais descartáveis.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia