Mãe e filha mortas durante temporal em BH vão ser enterradas em Santa Luzia | Minas Gerais

[ad_1]

A mãe e a filha que morreram afogadas após temporal em Belo Horizonte serão enterradas neste sábado (17) em Santa Luzia, na Região Metropolitana. Cristina Pereira Matos, de 40 anos, e a menina Sofia Pereira, de 6, se afogaram dentro do carro tomado pela enxurrada na última quinta-feira (15). As duas estavam abraçadas tinham um terço na mão quando foram encontradas.

A terceira vítima da chuva nesta semana na capital, a jovem Anna Luísa Fernandes de Paiva Maria, de 16 anos, também será enterrada neste sábado. A adolescente foi levada pela correnteza ao sair do carro em que estava com o namorado no bairro São João Batista, em Venda Nova, durante o temporal.

Jovem desaparece em enxurrada em BH — Foto: Reprodução/TV Globo Jovem desaparece em enxurrada em BH — Foto: Reprodução/TV Globo

Jovem desaparece em enxurrada em BH — Foto: Reprodução/TV Globo

Um homem foi encontrado morto na Ocupação Vitória, divisa da capital com Santa Luzia, também após o temporal. A Defesa Civil informou nesta manhã que o homem ainda não pode ser considerado vítima da chuva. Segundo o órgão, a polícia vai investigar as circunstâncias da morte dele.

A mãe e a filha serão enterradas no Cemitério Belo Vale. Os corpos delas eram velados na manhã deste sábado e o sepultamento estava previsto para o fim desta tarde.

Carros são arrastados na Avenida Vilarinho, em Belo Horizonte. — Foto: Lucas Franco/TV Globo Carros são arrastados na Avenida Vilarinho, em Belo Horizonte. — Foto: Lucas Franco/TV Globo

Carros são arrastados na Avenida Vilarinho, em Belo Horizonte. — Foto: Lucas Franco/TV Globo

Kalil assume responsabilidade por mortes

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), disse nesta sexta-feira que a responsabilidade pelas mortes é dele.

“Então o que eu volto a repetir para a população de Belo Horizonte é o seguinte: ‘A responsabilidade é do prefeito. Ele é o culpado por tudo que aconteceu aqui’”, disse.

Ainda de acordo com Kalil, as obras necessárias para evitar alagamento e inundações na Avenida Vilarinho, na Região de Venda Nova, serão feitas.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia