Prefeitura apresenta Plano Municipal de Iluminação Pública

[ad_1]

Maior plano de eficiência energética será executado por primeira Parceria Público-Privada da cidade e empresa deve ser licitada na Bolsa de Valores de São Paulo, no mês de dezembro

Na tarde desta quinta-feira (22), a Prefeitura anunciou o Plano Municipal de Iluminação Pública e o projeto para que o serviço seja realizado pela primeira vez na cidade por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP), com a concessão do serviço pelo período de 20 anos. Os projetos de lei que autorizam a concessão foram entregues durante o evento aos vereadores Ivo Melo, presidente da Câmara Municipal e Márcio Ferreira, líder de governo.


A expectativa é que a audiência pública seja realizada no mês de setembro, o edital seja publicado em outubro e no mês de dezembro seja realizada a licitação para que o contrato já possa ser assinado em janeiro de 2020. “Esse é o maior projeto de modernização do parque de iluminação pública que a cidade já viu. Esse projeto prevê a troca de todas as lâmpadas por LED, iluminação diferenciada para pontos turísticos e Centro Histórico, campos de futebol, e outros benefícios. No final deste mês iremos para São Paulo para ver como será a licitação da cidade de Porto Alegre, que também acontecerá na Bolsa de Valores. Santa Luzia será a segunda cidade do país a realizar uma licitação nesses moldes para a iluminação”, explica o Prefeito Delegado Christiano Xavier, que ao lado do Vice-Prefeito Pastor Sérgio fez a abertura do encontro.


Todo processo começou no mês de fevereiro, com diagnóstico da situação atual do município, que já economizou mais de R$ 4 milhões com o serviço de manutenção da iluminação neste último ano de governo. “De julho de 2017 a junho de 2018 o município gastou mais de R$ 5 milhões com a empresa que prestava serviço de manutenção da iluminação pública, contratada por um contrato emergencial. Nós gastamos pouco mais de R$ 800 mil de julho de 2018 a junho de 2019, depois de realizar uma licitação e contratar a empresa para o serviço”, explicou o prefeito.
Com o novo contrato, a empresa deverá trocar 100% das luminárias por lâmpadas de LED, solucionar o problema de 1.220 pontos escuros e realizar 1.000 pontos de ampliação do atendimento, além de expandir 300 pontos anualmente. Isso trará mais eficiência energética para o município, modernizando a rede e proporcionando aos munícipes mais qualidade no atendimento.


“E depois de um período com o novo contrato, poderemos estudar uma redução da taxa de iluminação pública, fazendo justiça social e reduzindo principalmente o valor pago por aqueles que consomem menos energia”, ponderou o Secretário Municipal de Administração, Thomás Alvarenga.
O vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Thião Thamiris, a presidente da Câmara de Mulheres Empreendedoras Luzienses, Giselle Calixto e o diretor da Associação Empresarial de Santa Luzia, Russlan Abadjieff também estiveram presentes. “O prefeito está de parabéns. O projeto é muito avançado e esperamos que tudo corra bem para que os prazos sejam cumpridos. A iluminação pública é muito importante e muda a cara da cidade. Além disso, a iluminação subterrânea na Avenida Brasília trará beleza e modernidade para o local”, disse Giselle. “É o primeiro mundo chegando à Santa Luzia”, completou Abadjieff.

Também estiveram presentes na reunião os vereadores Waguinho Andrade, Sérgio Diniz (Ticaca), Neylor Cabral, José Cláudio dos Santos, José Marcelino, Paulo Bigodinho, Luiza do Hospital e Suzane Duarte Almada.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia