Prefeitura se reúne com DNIT para solucionar problema de moradores do bairro Bom Destino

[ad_1]

Na manhã desta quarta-feira (29), a Prefeitura de Santa Luzia se reuniu com técnicos de suporte do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), para buscar soluções para os problemas enfrentados por moradores que vivem às margens da BR 381, no bairro Bom Destino.
A principal queixa de moradores próximos é o acúmulo de água em um imóvel que foi inundado durante as chuvas de dezembro de 2018. Apesar da visita semanal da equipe de Controle em Zoonoses, que faz o controle do Aedes aegypti na água parada usando larvicida, eles temem que o local seja um foco de dengue.


Segundo o técnico da Secretaria Municipal de Obras, Paulo Henrique de Assis, a solução ideal seria a demolição do imóvel, já que a moradora não reside mais na casa desde que a mesma foi condenada pela Defesa Civil, porém, o Executivo Municipal não tem autorização para isso. Logo, a Prefeitura oficializou o DNIT e uma reunião com a presença de moradores será marcada para buscar alternativa e solução para os problemas.
Um dos principais entraves nesse caso é que existe um processo na justiça para indenização daquelas moradias, em razão da duplicação da BR 381. O imbróglio perdura desde 2014 e as obras estão paralisadas. A obra federal abrange 303 km de extensão, com investimento de mais de R$ 5 bilhões.

Obras já programadas

Em breve, o bairro Bom Destino, assim como outros pontos da cidade, deve receber importantes obras nas ruas das Goiabeiras e dos Coqueiros, que tiveram erosões em decorrências das fortes chuvas de 2018. A verba já está nos caixas da Prefeitura e foi destinada pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil depois da solicitação da Prefeitura para que fossem reparados os prejuízos gerados na cidade. Além do bairro, serão revitalizadas as pontes dos bairros Fecho e Córrego Frio e os telhados das escolas municipais Dr. Oswaldo Ferreira e Jacinta Enéias Orzil.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia