Primeira parte da reunião de trabalho aberta ao público apresenta evolução da administração municipal com as ações desenvolvidas em 1º ano de governo

[ad_1]

Em apresentação que lotou o auditório central da prefeitura, foi realizada hoje pela manhã, a primeira parte da reunião de trabalho aberta ao público, onde foram apresentadas a evolução da administração municipal com as ações desenvolvidas em 1º ano de governo.


Após a fala de abertura do prefeito, Delegado Christiano Xavier, demonstraram as realizações de suas pastas, os secretários de Educação, Cultura e Turismo (representado pelo historiador Marco Aurélio Fonseca), Obras, Desenvolvimento Social e Finanças.
O chefe do executivo municipal enfatizou a economia obtida por sua gestão graças ao cancelamento de contratos superfaturados e licitações emergenciais. “Hoje, 80% de todas as aquisições realizadas pela Prefeitura já se dão através de pregão eletrônico, com toda a transparência”, disse, acrescentando que, graças à racionalização das finanças, o município conta no momento com mais de 50 obras em andamento.

À frente de uma das maiores secretarias, a de Educação, Ermelindo Martins Caetano, mostrou que em um ano houve um acréscimo de 1976 alunos à rede municipal de ensino, a qual é responsável hoje por 22491 estudantes, incluindo os de 10 instituições conveniadas. No período, segundo o secretário, a economia feita na pasta alcançou R$ 3.888.000,00, o que viabilizou a realização de várias obras, como: ampliação do Projeto Escola Integral, implementação do Projeto Merenda nas Escolas, realização de concurso público para novos servidores, ampliação do transporte escolar, reestruturação do CEAMEI (Centro de Atendimento Multidisciplinar da Educação Inclusiva), regularização do pagamento dos salários dos funcionários da pasta, catalogação do patrimônio das instituições de ensino e ampliação da EJA (Educação de Jovens e Adultos), dentre outras. “Também estamos eliminando as salas de aula em contêineres. Já fechamos 6 de 25”, comemorou o secretário.

Para demonstrar os resultados da secretaria de Cultura e Turismo, falou pelo secretário Ulisses Brasileiro do Couto Filho o historiador Marco Aurélio Fonseca. Ele enumerou as realizações da pasta, iniciando pela reforma do muro de adobe do Mosteiro de N. Sra. da Conceição de Macaúbas. Também mencionou a reorganização do acervo de 3 mil peças do Museu Histórico Aurélio Dolabela, o restauro da Casa da Cultura no Solar Teixeira da Costa, o restauro da fachada do Solar da Baronesa, a modernização do teatro Antonio Roberto de Almeida e o projeto de readequação do adro da capela de Nosso Senhor do Bonfim, no Centro Histórico. Lembrou que também foram providenciados pela secretaria da Cultura e Turismo o tombamento da Fazenda da Baronesa e a futura implantação de sinalização turística de Santa Luzia. Isso além da realização das festas e comemorações do calendário cívico da cidade.

Em sua fala, o secretário de Obras, Bruno Márcio Moreira Almeida, iniciou esclarecendo por quais serviços sua pasta é responsável: execução de obras, limpeza urbana, projetos de infraestrutura e a manutenção de prédios, vias e iluminação públicos. Citou como realizações, dentre outras, a reforma e reabertura do Poliesportivo, a construção dos trevos do Vésper e do Belo Vale, a criação do aterro sanitário, criação de callcenter e de aplicativo, além da retomada das obras que estavam paralisadas. Por fim, lembrou que foram retomadas as obras de reparo do Viaduto Geraldo Magela. “Mas se fôssemos listar cada obra que está em andamento, nos faltaria tempo”, concluiu.

Falando pela pasta de Desenvolvimento Social, o secretário Wander Rosa de Carvalho Júnior, que é o responsável pelo amparo às pessoas em situação de vulnerabilidade (com renda entre zero e três salários mínimos), listou como realizações: a criação do Cadastro Único (que permite descontos em tarifas), a Proteção Social Básica (atendimento às famílias) e a Proteção Social Especial (CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social), além de benefícios eventuais, como o auxílio-funeral e a isenção de taxas. “Nosso objetivo não é realizar ações sociais, mas desenvolver políticas públicas”, disse o secretário. Lembrou ainda que a secretaria adquiriu um micro ônibus para atender ao público beneficiário e que tem se empenhado na luta contra o trabalho infantil. Por fim, mencionou a reativação dos Conselhos dos Direitos da Mulher, do Idoso, da Pessoa com Deficiência e dos Dependentes de Álcool e Outras Drogas.

Falando por último, o secretário das Finanças, Antonio Carlos de Oliveira Castelo, anunciou que a Prefeitura está enfim em dia com fornecedores, impostos e servidores. Disse que a municipalidade conta hoje com R$ 77 milhões em recursos, sendo R$ 60 milhões vinculados e R$ 17 milhões livres. Fez questão de esclarecer que foram quitadas todas as dívidas contraídas em administrações passadas e que o salário dos servidores em setembro será pago adiantado, como tem ocorrido nos últimos meses. Por fim, para descontrair o ambiente brincou: “A secretaria de Finanças não gasta, só paga o que as outras gastam. Porque alguém tem de trabalhar”.

A segunda e última parte da apresentação de resultados do 1º ano de governo está marcada para o dia 2 de outubro, quarta-feira próxima, também no auditório da Prefeitura. Nesse dia serão apresentados os fatos e números da Assessoria de Comunicação e das secretarias: de Saúde; de Administração; de Desenvolvimento Urbano; de Desenvolvimento Econômico; de Segurança Pública, Trânsito e Transportes, de Esportes e Meio Ambiente.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia