Projeto Escola Integral chega à 3ª escola municipal

[ad_1]

Dando sequência ao projeto do prefeito, Delegado Christiano Xavier, para a área da Educação, foi decerrada na tarde desta segunda-feira, (02) a placa comemorativa da implementação do Projeto Escola Integral na Escola Municipal Maria José de Brito Carvalho, no Alto São Cosme. É a terceira escola a receber o projeto em Santa Luzia. A primeira foi a Escola Municipal Dom Pedro II, localizada no povoado de Taquaraçu de Baixo e a segunda foi a Escola Municipal Luísa Rosália Diniz Kentish, no bairro Industrial Americano.

Além do próprio prefeito, a cerimônia contou com a presença do vice, pastor Sérgio; do secretário municipal da Educação, Ermelindo Martins Caetano e do vereador André Leite (PSDB), os quais, em companhia do diretor da Escola, Victor Martins Pacheco, compuseram a mesa. Todos foram muito aplaudidos pelos pais, mestres e centenas de crianças presentes.

O projeto Escola Integral – que é desenvolvido de forma paralela ao ensino regular – tem, como um de seus principais objetivos, tirar os jovens da rua. E foi este o ponto abordado pelo secretário Ermelindo em sua fala: “Para esta comunidade, a vinda do projeto foi um benefício muito grande, ao retirar das ruas alunos que poderiam estar enveredando por outras atividades…”, disse, e concluiu agradecendo a todos os trabalhadores envolvidos: “Agradeço aos profissionais que saem de casa todos os dias para fazer de Santa Luzia uma cidade educadora num país que a cada dia corta mais verbas da Educação”.

Fazem parte da grade de ensino do projeto matérias como Português, Matemática e Esporte & Lazer. Porém outras podem ser desenvolvidas em determinadas escolas, dependendo do perfil de cada uma. Na E.M. Maria José Brito de Carvalho, além destas matérias básicas, o projeto irá abordar ainda História, Política, Respeito e Mediação de Conflitos. O Escola Integral é inteiramente custeado pela Prefeitura.

A princípio, serão 60 alunos, dos 800 matriculados na instituição, que participarão do projeto. Nesta escola estudam jovens de 4 a 15 anos, alunos do Fundamental I e II. Em Santa Luzia, ao contrário do que ocorre em algumas outras cidades onde o mesmo projeto foi implementado, todos os educadores envolvidos são professores formados e capacitados pela Secretaria Municipal da Educação.

Para breve, está prevista a inauguração na mesma comunidade de uma UMEI – Unidade Municipal de Educação Infantil, para crianças de 0 a 3 anos. As obras já foram iniciadas.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia