Quarta ação socioassistencial itinerante da Prefeitura prioriza atendimento a feirantes

[ad_1]

Cento e trinta feirantes inscreveram-se para ser atendidos pelos técnicos da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania de Santa Luzia na manhã do sábado (1º), nas dependências da Escola Municipal Edwar Lima, no Palmital. Esta é a quarta ação itinerante para atendimento socioassistencial promovida pela Prefeitura. A primeira, no início de junho, foi realizada no bairro Pinhões, a segunda no Duquesa nas dependências da E. M. José Augusto Resende (esta exclusiva para motoristas de vans escolares) e a terceira no Bairro Industrial Americano.

“Estas ações itinerantes visam diminuir o impacto do isolamento social para as famílias mais vulneráveis, ao aproximar os serviços socioassistenciais dos bairros mais remotos. Ao longo da semana, os dados das famílias atendidas, serão encaminhados para referenciamento no CRAS que dará continuidade no acompanhamento.”, explicou a secretária do Desenvolvimento Social e Cidadania do município, Ana Clara Paiva Gabrich. Nessas ações são prestados serviços como: inclusão e recadastramento no CadÚnico (para acesso aos benefícios sociais do Governo Federal), atualização de dados cadastrais, análise de qualificação para o recebimento de benefícios (incluindo cesta básica), isenções de pagamento junto à Copasa e/ou à Cemig, dentre outros.

A equipe da secretaria incluiu nove cadastradores e três técnicos sociais, entre assistentes sociais e psicólogos. Na entrada houve distribuição de panfletos informativos. Outra ação semelhante será realizada na quinta-feira, dia 6 de agosto, no mesmo local. Os atendimentos são realizados sempre das 8h30 às 16h e mediante agendamento prévio. Quem não puder comparecer deve procurar o CRAS de referência (Av. Brasília, 560).

“Nossa intenção é atender a várias categorias, como por exemplo os feirantes da Sede e catadores de materiais recicláveis”, disse a Superintendente da Secretaria, Luciene Gonzaga. Ela esclareceu, ainda, que nestes eventos todos os cuidados sanitários estão sendo tomados para evitar a disseminação da Covid-19, a começar pela própria divisão dos atendimentos em categorias, seguida dos cuidados habituais, como o impedimento à formação de aglomerações e a obrigatoriedade no uso de máscara.

Os usuários do serviço mostravam-se satisfeitos: “Fui muito bem atendida, eles me esclareceram muitas dúvidas”, disse Elisabete dos Santos, feirante do bairro Palmital, opinião semelhante à de outra feirante, Dulce Maria Costa: “Este serviço é ótimo, uma ajuda muito boa. Agora posso ficar tranquila, sabendo que estou com tudo em dia”.

Acompanhe também as nossas redes sociais:


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia