Santa Luzia comemora os 177 anos da Revolução Liberal de 1842

[ad_1]

Prefeitura realizou, na manhã desta terça-feira (20), um grande evento para lembrar a data

Dia 20 de agosto é uma data muito aguardada pelos luzienses. Há exatos 177 anos, as tropas conservadoras de Duque de Caxias enfrentavam os liberais, comandados por Teófilo Ottoni, na última batalha – entitulada Batalha de Santa Luzia – da Revolução Liberal de 1842, uma das mais importantes lutas armadas do segundo império.
As comemorações começaram logo cedo, no Solar da Baronesa. As autoridades e convidados presentes desfrutaram de um café da manhã e, em seguida fizeram uma visita à exposição sobre a Revolução Liberal que fica no andar superior do sobrado até o final deste ano. Foi lá, que o Prefeito Delegado Christiano Xavier fez uma homenagem ao comandante do 35º Batalhão da Polícia Militar, Tenente Coronel Anselmo, pelos serviços prestados à cidade.


Mas as festividades estavam só começando. Em seguida, todos se dirigiram para o Parque Histórico Recanto dos Bravos, no bairro Córrego das Calçadas, onde foi realizada a solenidade Cívico-Militar, com a condecoração da Láurea Cruz da Batalha ao Pastor Jorge Moreira de Souza, à juíza e Diretora do Foro da Comarca de Santa Luzia, Sabrina Alves Freez e à professora e advogada Lúcia Massara. “É um privilégio estar aqui. Isso representa que estamos desenvolvendo um bom trabalho na cidade. É uma honra fazer parte desse momento tão maravilhoso”, destacou o homenageado Pastor Jorge.
Antes das homenagens, a oradora oficial e professora do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, professora Regina Almeida fez um belo discurso, lembrando pontos importantes da época, como a prisão, julgamento e absolvição dos liberais, incluindo Teófilo Otoni.
“É tudo muito valoroso. A presença do Exército, o discurso da oradora professora Regina, resgatando essa história maravilhosa e ensinando um pouco mais para todos nós. Hoje tivemos a presença de mais de 200 alunos que participaram do curso de educação patrimonial. Esse é um momento de alimentar a alma, refletir e relembrar os fatos históricos e heroicos da nossa cidade”, disse o Prefeito.


O Projeto de Educação Patrimonial Luzias traz para a grade curricular informações sobre fatos ocorridos durante a Revolução Liberal e a Batalha de Santa Luzia. Na primeira fase, o projeto foi direcionado para alunos da Escola Municipal Etelvino de Souza Lima, localizada no bairro onde a batalha aconteceu. Na ocasião, os alunos que se destacaram receberam certificados, que serão trocados por bicicletas.
“É muito importante preservarmos as nossas tradições. O que vimos hoje nesta cerimônia é um belíssimo exemplo. Temos que conhecer a nossa história, valorizar a riquíssima história do Brasil e tirar as lições. Usar o que aconteceu para projetar o futuro que queremos para o nosso país”, enfatizou o Comandante da 4ª Região Miliar, General de Divisão, Altair José Polsin.
“Para os moradores e o nosso bairro é muito importante. Somos conhecidos no Estado e no país. Ficamos muito felizes”, finalizou Regina Gonçalves moradora do bairro Córrego das Calçadas há 69 anos é frequentadora assídua do evento.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia