Serviço de atenção à saúde da mulher completa um ano

[ad_1]

Prefeitura realiza 90 exames por mês e neste período já foram feitas quase 3 mil mamografias

Quinta-feira é dia de TBT (Throwback Thursday), que significa quinta-feira da nostalgia. E hoje, nosso TBT é de um acontecimento muito importante: a inauguração do serviço de mamógrafo, em 12 de março do ano passado. A Prefeitura de Santa Luzia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou ao longo deste ano quase 3 mil mamografias. Desde então, as mulheres luzienses têm acesso a uma rede completa de cuidados, que vai desde o exame, até a biopsia em casos suspeitos e encaminhamento para tratamento, quando o diagnóstico é positivo.

Até então, as pessoas que precisavam fazer o exame se deslocavam para Belo Horizonte, já que em 2015 o Centro Viva Vida foi fechado (serviço do Estado que realizava os exames na cidade). Agora, o atendimento é feito no Hospital Madalena Parrillo Calixto, onde os exames podem ser feitos, encurtando o prazo para diagnóstico e garantindo a sobrevida das pacientes, que poderão ter um resultado imediato.

Atualmente são realizados 90 exames por mês. A espera pelo procedimento, que antes era de mais de um ano, agora é de no máximo três meses. Para Carmem Damião, que fez o exame pela segunda vez, o atendimento foi satisfatório. “Achei melhor que o serviço particular. Não demorou a marcar e achei o muito bom”, comemora a moradora do bairro Palmital.

A orientação do Ministério da Saúde é que a cada dois anos, mulheres na faixa etária de cobertura (de 50 a 69 anos) façam o exame, que também é indicado para pacientes abaixo dessa idade que apresentem casos suspeitos. O encaminhamento deve ser feito via unidade de saúde ou pela médica mastologista da rede.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia