Toninho Horta visita Santa Luzia


Um dos objetivos foi a busca de locação para workshop cultural

 

Um dos mais consagrados guitarristas brasileiros, o belo-horizontino Antônio Maurício Horta de Melo, mais conhecido por Toninho Horta, esteve durante toda quarta-feira (02) em Santa Luzia, cidade natal de seu avô materno, João Horta (1880-1930), que além de maestro também trabalhava como escrivão da rede ferroviária.

Foto: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo

Toninho, hoje com 70 de idade, atua como presidente do Instituto Maestro João Horta, criado em Belo Horizonte em 2013, e busca nas cidades metropolitanas uma locação que seja ideal para a realização de um workshop de música e cultura, nos moldes de um que conheceu nos EUA. Este se chama “Brazilian Camp” e é feito anualmente na cidade de Cazadero, na Califórnia (calbrazilcamp.com).

Trata-se de um encontro de pessoas interessadas em explorar suas possibilidades artísticas, tendo como fio condutor a música brasileira. O evento teria duração de cerca de 4 dias, durante os quais os participantes permaneceriam “em imersão”, ou seja, hospedados no local. Durante as atividades, haveria aulas, palestras, performances e, ao final, um concerto. O primeiro local visitado pelo músico foi a Fazenda Boa Esperança, a qual, embora muito o tenha agradado, não oferece os recursos de hotelaria necessários.

Foto: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo

“Não encontrei em Belo Horizonte a disposição política necessária para a realização deste projeto, então estou priorizando as cidades do entorno”, disse o compositor de “Beijo Partido”. Ainda que eventualmente não encontre em Santa Luzia as instalações ideais para este seu projeto, Toninho não descarta a realização na cidade de eventos de final de semana.

Durante a visita, o músico esteve em companhia da vice-presidente do Instituto João Horta, Perla Horta Machado, e dos membros da diretoria Mara do Nascimento e Otávio Bretas. Da fazenda a comitiva seguiu para a Matriz e dali para o Solar da Baronesa, onde foram recepcionados pelo Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Ulisses Brasileiro. O artista ainda visitou o Teatro Municipal Antônio Roberto de Almeida, o Mosteiro de Macaúbas e também foi recebido no gabinete, pelo prefeito Delegado Christiano Xavier.

Foto: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo

Toninho concluiu recentemente a produção de sua mais recente obra “Belo Horizonte”, um álbum duplo acompanhado de um livro de 170 páginas. Nela, canta e toca ao lado da banda com a qual trabalha há 38 anos, a Orquestra Fantasma. O lançamento oficial deverá coincidir com o aniversário de BH, no dia 12 de dezembro.



Fonte: -> Fonte Desta Notícia