Torneio de peteca é sucesso em Santa Luzia

[ad_1]

Organizado pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Esportes, o 1º Festival de Peteca reuniu esportistas de diversas localidades. O evento foi realizado na quadra do bairro Camelos, em Santa Luzia. Além de incentivar a prática esportiva, o torneio é uma oportunidade para interação social, diversão, lazer e entretenimento. Participaram atletas de todos os níveis, que competiram em diversas modalidades. Houve premiação simbólica para os primeiros colocados, como forma de incentivo aos participantes.

De acordo com o Secretário de Esportes da Prefeitura de Santa Luzia, Marco Aurélio Silva, o torneio é uma oportunidade para o incentivo ao esporte na cidade. “Temos hoje várias categorias participando deste torneio e presença de vários atletas que praticam este esporte. O esporte é cultura é lazer, e a peteca está dentro dessa cultura, desse lazer. Este evento é o primeiro de muitos que a vamos promover, vamos incentivar o esporte por todo município”, explica o secretário.

Marina Ferreira Lima pratica este esporte há 30 anos, apaixonada por peteca, ela compareceu ao evento e ganhou premiação. “Comecei a jogar peteca nos anos 80, por ter um grupo próximo a minha residência que treinava todos os dias.

A partir disso eu não parei mais de jogar. Já participei de vários torneios. Hoje minha atividade é média, eu jogo a título de lazer, ganhamos uma cesta maravilhosa, estou muito feliz”, disse Marina. A atleta elogiou a organização do evento e ressaltou que o esporte deve ser mais praticado pelas pessoas.

A Guarda Civil Municipal de Santa Luzia participou do festival de peteca na quadra dos Camelos. A dupla Renato e Cezar disputaram um torneio de peteca pela primeira vez. Conforme Cezar, o torneio é fundamental para fomentar o esporte na cidade. A dupla Fla -Galo, formada pelo corregedor adjunto da guarda Ilmar e o gcm Gaspar ficaram em quarto lugar. De acordo com Ilmar, chegar em quarto lugar foi uma vitória em um torneio de alto nível tendo a participação de jogadores profissionais.
Segundo Gaspar, quem mais ganha é o munícipe que pode desfrutar desse esporte que proporciona lazer e entretenimento.


[ad_2]
Fonte: -> Fonte Desta Notícia